terça-feira, 27 de dezembro de 2016

II NATAL COMUNITÁRIO

A Central Única das Favelas de Loanda, no último dia 23 de Dezembro realizou mais uma edição do Natal Comunitário. O evento é uma ação que envolver as associações de moradores, pode público e as instituições locais e estaduais. Ah programação é realizado no Estado do Paraná desde 2010 e na cidade de Loanda é o segundo ano consecutivo. Na cidade não foi diferente das outras localidades as pessoas compareceram e juntas confraternizaram esta data tão especial para á família. Na ocasião as pessoas foram recepcionadas com um delicioso café da manhã, aproximadamente 500 pessoas compareceram e para as crianças doces, brincadeiras e o tão esperado brinquedo entregue pelo Papai Noel. Neste dia foram distribuímos 450 brinquedos para os moradores do bairro Vila Vitória e Alto da Glória. Agradecemos imensamente aos colaboradores do Posto de Saúde da Vila Vitória, Alto da Glória e a vice- prefeita eleita Mariza Hattori, que não mediram esforços para realização deste evento. Mais um ano finaliza-se e com grande alegria completamos mais um ciclo de ações em prol das nossas periferias, comenta Cássio Gomes - Coord. da Cufa Loanda. O Natal Comunitário é muito legal! Quando varias pessoas participam, a festa fica linda e realmente o verdadeiro espírito do natal se configuram em cada olhar e sorriso dessas crianças e adultos.








Contato:
jose.cufaparana@gmail.com


terça-feira, 20 de dezembro de 2016

1º Natal Solidário - São José dos Pinhais

Durante a manhã desta sábado dia 17, centenas de crianças participaram do Natal Solidário do Jardim Modelo em São Jose dos Pinhais - Jd Modelo. Para a alegria das crianças e familiares este ano foi realizado uma grande festa com brincadeiras, músicas e muita diversão. Mas a emoção não parou por aí, como grande alegria, 300 brinquedos foram distribuídos para as crianças e panetones. A ação, promovida em parceria da Capela Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, Central Única das Favelas de São José dos Pinhais, Comunidade Vida Plena e Associação de Moradores do Jd Modelo com apoio do senhor Abílio Alves. “Muitas crianças, hoje, ganharam pela primeira vez um brinquedo, fazemos isto, pois sabemos da importância desta data e do presente na vida deles e isso aumenta á autoestima das crianças, pequenos sorrisos fazem uma grande diferença agora e no futuro", conta o Presidente da Ass de Moradores e Coordenador da CUFA em São Jose dos Pinhais o Nilton Gonzaga. Com sorriso largo estampado no rosto, Tainá da Silva sete anos, corria de um lado para o outro segurando sua nova boneca. “Gostei muito da minha boneca, posso até trocar a roupa dela”, festejou a menina, que foi uma das primeiras da fila a receber o presente. “Fazemos diversas ações, apenas porque queremos fazer a diferença em um Brasil que tanto precisa de pessoas que façam a diferença“, afirmou Abílio Alves líder. Gratidão dos que receberam, gratidão dos que puderam entregar e o desejo que o amor prevaleça, esse é o sentimento mutuo que pairava nos ares do Jardim Modelo durante a festa.
“E como as formiguinhas, vamos fazendo nosso trabalho, e o bom de ser formiga e que entramos em lugares onde os elefantes não entram" (autor desconhecido)










Contato:

jose.cufaparana@gmail.com

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Seminário de Educação em Direitos Humanos de Curitiba

As mulheres sempre foram protagonistas na sociedade e cada vez mais elas conquistam espaços. A Central Única das Favelas do Paraná, além de reconhecer as mulheres igualitariamente na construção da instituição no estado, elas tem comandado o nosso bonde com maestria. Comenta Zé da Cufa. Hoje, contamos com um time profissional nas nossas bases paranaenses, a exemplo: Andreia Lima - Coord. Parolin Curitiba, Patrícia Machado - Coord. de Colombo, Luciana Macedo - Vice Presidente do Paraná, Karem Cogo - Coord. Geral de Comunicação, Fernanda Fetter - Coord. de Dança e fundadora da Cia 5S em Toledo, Maiza Hattori e Najdaty Andrade - ambas coordenadoras de projeto em Loanda, Miclelle Praxedes – Coord. de Projetos Cufa Vista Bela em Londrina, entre outras. Estas mulheres tem proporcionado ações educativas, sociais, empreendedoras e culturais visando empoderar as mulheres, especialmente aquelas vitimas de racismo, violência ou exclusão. Desta forma, no ultimo dia 23 de Novembro, Andreia Lima, participou do Seminário de Educação em Direitos Humanos de Curitiba. Em sua mesa foram discutiram duas linhas: Gênero na Educação e As Vozes das Mulheres Negras. Na ocasião Andreia explanou sobre dia a dia das mulheres negras na favela, além de expor sua atuação junto as mulheres no Estado do Paraná. Os direitos são para todos, mas em algumas casos por vários motivos deixam de ser eficaz e validados. O que temos que ter em mente é que os direitos são garantidos em Constituição, independente de raça, sexo, nacionalidade, religião. Comenta Andreia (camiseta branca). E o que fazemos é fazer valer os direitos de forma igualitária á todas mulheres, principalmente as negras de favela.
Contato:
jose.cufaparana@gmail.com

Dia da Favela no Paraná

No dia 4 de Novembro, a Central Única das Favelas do Paraná, direcionou suas ações em comemoração ao dia Nacional das Favelas. Desta forma, criou-se uma agenda com ações culturais, esportivas e sociais. Juntamente com as outras Cufas no mundo. Nossa ideia em comemorar esta data, não é oficializar mais um dia festivo, mas através das ações geral uma consciência coletiva frente ao preconceito que se estabeleceu para com as favelas no Brasil e mais além lutar contra a desigualdade que se estabeleceu dentro dos territórios.  Nas favelas somos mais de 12 milhões de habitantes, movimentamos aproximadamente R$ 68 bilhões por ano e apesar dos problemas na economia, estes números continuar aumentado - livro: Um País Favela - Celso Athayde e Renato Meirelles. Você pode esta se perguntado o que é favela? 
“Algumas instituições de pesquisa entendem como aglomerados subnormais e nós vemos á favela como território de oportunidade e não as vemos pelas características geográficas, pela ausência de políticas públicas e infraestrutura, mas pelo seu potencial socioeconômico”. Comenta Zé da Cufa. Deste modo, não podemos negar a existência das favelas como também não somos a favor de criar favela, mas o que fazemos quando nos reunimos para comemorar este dia é legitimar estes territórios e seus moradores, além é a forma que achamos para chamar atenção da sociedade e pode público para existência destes espaços. 


Contato:
jose.cufaparana@gmail.com



Dia do Orgulho Crespo

Em Londrina, no Vista Bela (domingo, 20/11) o dia foi de muita comemoração ao dia da Consciência Negra. A Central Única das Favelas de Londrina e o Projeto MH2, promoveram o Encontro do Orgulho Crespo; o evento reuniu artistas e músicos locais, jovens do movimento Hip Hop londrinense e outros coletivos, exemplo: oficinas de turbantes e graffiti com Napaa. Juntos este grupos promover não só um dia de comemoração ao 20 de Novembro, mas reflexão sobre esta data, em prol da igualdade racial. "O objetivo do evento é proporcionar reflexão cultural e promover um dia de festividade sobre as nossas conquistas, mas também refletir sobre os altos números de negros vitima de racismo, violência e exclusão em nosso estado". comenta Zé da Cufa. Na ocasião participaram varias pessoas ligadas ao movimento afro-brasileira como o Coletivo das Black Divas, Capoeira Farol da Ilha e Nego Sujo (Rap). Todos compartilharam de suas expertises culturais e experiências de vida para com as crianças, adolescentes e adultos que ali estavam. Para Leandro Palmeirah; Coordenador da Cufa Vista Bela – O evento Orgulho Crespo surgiu para nos lembrar do quanto nós negros sofremos desde a colonização do Brasil, das nossas lutas e conquistas em todos estes anos, mas, além disso, para mostrar que estamos avançando não só culturalmente, mas economicamente. Os jovens negros estão nas universidades e ganham cada vez mais espaços na sociedade e assim contrariando as estatísticas. Agradecemos á todos e em especial ao Dj. Mili Anos e músico João de Carvalho por embalarem a festa.
Foto: Valéria Felix/Ecoh













Contato: jose.cufaparana@gmail.com