quarta-feira, 30 de março de 2016

Workshop de lutas reúne vários atletas em Londrina

A força da comunidade foi essencial em mais um evento realizado pela Liga Paranaenses Dos Dragões, Central Única das Favelas de Londrina e Cambé e ECO Missões Urbanas de Londrina, em favor da Associação Viver, na ocasião foram recolhido dezenas de litros de leite para as crianças e adolescentes atendidas pela instituição Viver. Realizado no sábado dia 19/03, nas Quadra Esportiva da Escola Municipal Nina Gardemann, no Jardim Tókio, em Londrina, o Workshop Beneficente de Artes Marciais, o aulão, reuniu diversos professores, mestres e alunos de oito (8) cidades, juntos ministraram aulas e apresentaram técnicas em suas especialidades para o publico presente. Idealizado e coordenado por José Roberto “Mestre Kim” coordenador do Projeto Social LIGA/CUFA em Cambé, destacou que a ideia do evento surgiu do pensamento e da necessidade de auxiliar outras associações que atende crianças e jovens na cidade de Londrina e região metropolitana, mas também torna-las visíveis para que outras instituições pública ou privadas possam também auxilia-las. O nosso objetivo será dar continuidade a esse trabalho, com oficinas permanentes ao jovens, como já vem acontecendo na ECO, jovens têm aulas de Taekwondo totalmente gratuitas. Além disso, proporcionamos um momento diferente, de ocupação de um espaço público, de interação entre a comunidade local, levamos conhecimento e a oportunidade a todos, destacou. Agradecemos a presença dos professores e os mestres, das academias, fundação de esporte de Londrina - FEL, poder público á todos.











Contato: jose.cufaparana@gmail.com 

terça-feira, 29 de março de 2016

Encontro Mulheres de Luta conta com grande participação da comunidade

No domingo (13/03) a praça CEU, Centro de Artes e Esportes Unificados em Toledo, lotou para ver as apresentações culturais, oficinas e as homenagens em comemoração ao dia internacional da mulher. O evento foi realizado pela Central Única das Favelas (Cufa) em parceria com as secretarias de Política para Mulheres, Cultura, Esportes, Educação e Comunicação Social, apoio da Rpc Tv e contou com autoridades locais. Durante o evento os grupos Tolebreak, 5ª Essência e Urban Star também se uniram e realizaram oficinas de danças para mulheres. O fechamento das atividades aconteceu com apresentações musicais dos artistas Silvano Correa e Kayla Patrícia. Isaac, coordenador geral da CUFA Toledo, destacou que a ideia de realizar o evento surgiu do pensamento coletivo da CUFA Paraná, com objetivo de proporcionar a transformação das pessoas, tornando-as visíveis na sociedade. “Vamos dar continuidade a esse trabalho, com oficinas permanentes que também continuarão o debate sobre direitos das mulheres de luta”. Isaac, agradeceu a presença da comunidade, dos membros da CUFA e aos parcerias que possibilitaram a realização desse evento. O projeto Mulheres de Luta é uma iniciativa da CUFA que visa homenagear as mulheres, além disso, protagonizar o reconhecimento e exercício, em bases de igualdade, aos direitos da mulher e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública.













Contato:

jose.cufaparana@gmail.com 

quarta-feira, 9 de março de 2016

Evento em homenagem às mulheres de Loanda-PR

Na manhã de ontem, dia 08/03, em homenagem a essa data tão importante, Dia Internacional da Mulher, a CUFA Loanda, em parceria com o NASF e as Secretarias de Saúde e Educação, proporcionaram à população feminina Loandense uma agradável manhã de confraternização com palestras sobre a influência da atividade física na melhoria da qualidade de vida, a importância da saúde bucal em todas as idades e a saúde da mulher com enfoque na prevenção ao câncer de mama. Encerramos o ciclo de palestras com a leitura do poema de Victor Hugo,  intitulado "O Homem e a Mulher" e, na sequência, foi ofertado um delicioso café da manhã. Estavam presentes cerca de 100 mulheres de todos os bairros da cidade, representantes das Secretarias de Saúde e Educação e equipes de Saúde.













Texto Karen Cogo
Contato:
jose.cufaparana@gmail.com 

Grafite no CAPS de Toledo-PR: Uma ferramenta da Arteterapia

À convite da arte-terapeuta Ironice Alves de Matos, iniciamos, em 2014, os trabalhos com grafite no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Dr. Jorge Nisiide de Toledo-PR. Como atividade experimental, o objetivo era apresentar o grafite aos pacientes que já desenvolviam diversas atividades terapêuticas vinculadas à arte, como o artesanato, oportunizando uma nova possibilidade de terapia, a partir da articulação entre desenho e pintura, sob a técnica do grafite.

Com a alta adesão de participantes e a reivindicação pela continuidade do curso de grafite, em 2015, viabilizada pela CUFA Toledo, sob a coordenação de Isaac Souza de Jesus, o grafite tornou-se uma ação contínua no âmbito da arteterapia. Atualmente, a atividade é ministrada pelo Grafiteiro Isaac Souza de Jesus e acompanhada pela equipe multiprofissional existente no CAPS (arteterapeuta, psiquiatra, psicóloga, assistente social etc.).

Os alunos são os pacientes que fazem acompanhamento permanente no CAPS – ao todo 6 pessoas. Eles necessitam de atendimento por questão de saúde mental e o grafite vem como forma de intervenção visando à melhora dos pacientes.

Nessas oficinas, trabalhamos a história do grafite, os materiais a serem utilizados nessa arte, as possíveis técnicas, cores e sombreamento, exercícios de aprendizagem em tecidos, muros, móveis e outras superfícies.

Geralmente, os alunos desenvolvem seus grafites a partir de uma temática. Inicialmente, são realizados debates sobre o tema, instigando os participantes sobre o assunto e definindo o que cada um quer comunicar com a sua produção. Esse debate é materializado sob a forma de desenhos e cores em papel e, em seguida, inicia-se o processo de desenvolvimento do grafite no local definido previamente, como paredes, muros, móveis, paletes, tecidos e/ou outros objetos para decoração.

Ainda, muitos dos temas escolhidos a serem trabalhados partem de datas comemorativas, como Dia Internacional da Mulher.





Fotos: Oficina de Grafite na CAPS. Grafites realizados em especial ao Dia Internacional da Mulher.

Vale ressaltar, também, que muitos trabalhos também são de livre iniciativa e escolha do participante. Temos como princípio a liberdade de expressão e a garantia dessa potencialidade a todo ser humano, independentemente de sua condição social, econômica, política e cultural. Com isso, compreendemos o grafite além de técnica de pintura; torna-se uma metodologia de trabalho social, inserida nas ações de arteterapia proposta pelo CAPS, em que cada realidade dos participantes, seus valores, ideias e pensamentos são respeitados e considerados nesse processo de criação.

Com essa ação, os participantes se envolvem, se expressam, colocam as suas verdades e suas fragilidades e, como maior benefício, consequente desse processo, têm sua sociabilidade ampliada e sua saúde mental apresenta melhora significativa.

A partir dessas oficinas, posso garantir que o ser humano é incrivelmente capaz de criar, de produzir coisas a partir de uma simples troca. Expressar sentimentos através das cores, nos permite olhar com verdade e gratidão à vida e aos laços que nos unem como pessoas.
Isaac Souza de Jesus.


Texto: Karen Cogo
Contato: jose.cufaparana@gmail.com

quarta-feira, 2 de março de 2016

Projeto Dialogando é 1ª lugar na 9ª edição do Prêmio Ozires Silva

A nova e boa notícia na CUFA Paraná é a recente conquista: o 1ª lugar na 9ª edição do Prêmio Ozires Silva Empreendedorismo Sustentável na categoria Social com o Projeto Dialogando, o prêmio, entregue durante cerimônia no Museu da Vida em Curitiba no último dia 17 de fevereiro, contempla os projetos que se relacionam com atividades de cidadania e direitos humanos, soluções para problemas sociais, campanhas sociais e de conscientização, assim como movimentos sociais e pastorais. O Projeto Dialogando é uma iniciativa do Presidente Estadual da CUFA, José Antonio C. Jardim. O Prêmio Ozires reconhece os melhores projetos nas áreas de empreendedorismo e sustentabilidade, que contribuam para o desenvolvimento da sociedade, os projetos, são contemplados nas categorias Empreendedorismo Econômico, Ambiental, Educacional e Social. Projeto Dialogando vai exatamente nesta direção e por esta razão ficou em primeiro lugar entre mais de 50 projetos brasileiros apresentados. A tecnologia social desenvolvida além da educação preventiva se tornou um empreendimento social com o qual jovens têm aumentado a renda através das palestras e oficinas realizadas, atualmente o projeto tem quatro (4) palestrante. O projeto já atingiu aproximadamente 30 mil ouvintes nas escolas, universidades e outras instituições, dos mais variados grupos sociais. O prêmio é realizado pelo ISAE/FGV, em parceria com o GRPCom, tem o patrocínio do SEBRAE/PR e da ITAIPU, contou com 128 projetos inscritos, de mais de 10 estados brasileiros, com destaque para o Paraná e Santa Catarina, que tiveram a grande maioria de projetos.


Foto (Luis Polar) e Texto com informações da revista Perspectiva ISAE

Contato:

jose.cufaparana@gmail.com 

terça-feira, 1 de março de 2016

CUFA Cascavel inicia atividades com nova parceria!

Os projetos culturais, sociais e empreendedores da CUFA Cascavel terá novo endereço na cidade de Cascavel no Oeste do Estado a partir do mês de Março. No dia 27 de Fevereiro o coordenador da base Anderson esteve em reunião com Associação de Moradores do Santos Dumont, na ocasião foi apresentado aos moradores um plano de ocupação e ações para Casa Comunitária, algumas atividades, a exemplo: escola de futebol, capoeira, poesia contemporânea entre outras. O objetivo da parceria é fortalecer e potencializar as ações sócio-esportiva e ampliar o número de crianças, adolescentes e jovens atendidas pela rede CUFA na cidade. Relacionado também os maradores diretamente ao empreendedorismo social, cidadania e direitos humanos, mas também desenvolver ações que propõem soluções para problemas sociais, como a reversão da violência contra mulher e juventude, redução da pobreza, ações antidrogas, campanhas sociais de conscientização ambientais e outras, assim em parceria com movimentos sociais busca-se avançar nas causas sociais por meio de atividades inovadoras, entre outras práticas aplicável diretamente à sociedade.




Contato:

jose.cufaparana@gmail.com